Controle financeiro empresarial: Passo a passo para elaborar um plano eficiente

Publicado em: 07/12/2019
Tempo de leitura: 3 minutos

Qual empreendedor que não tem como maior objetivo, aumentar o faturamento do seu próprio negócio? E para isso, existem diferentes ações que podem ser tomadas, a fim de alcançar este objetivo. Porém, se você não tiver um bom controle financeiro, infelizmente nada irá adiantar.

Efetuar um monitoramento financeiro de sua empresa está completamente associado aos bons resultados de uma empresa, conseguindo assim aumentar seu faturamento, e oferecer maiores margens de lucros.

Porém, muitos empreendedores possuem a mesma dúvida: como desenvolver um plano que seja realmente eficiente?

Em nosso artigo de hoje iremos dar um passo a passo para você conseguir elaborar uma estratégia de sucesso, confira!

Efetuando o diagnóstico financeiro de sua empresa

Para se efetuar um controle financeiro realmente eficaz é imprescindível que você faça a princípio, um diagnóstico de como estão as finanças de sua empresa.

E a partir disso, poderá realmente entender como está a situação da organização e quais serão os processos que precisam ser reavaliados.

Existem diversas etapas para efetuar o diagnóstico financeiro de sua empresa, tendo como principal finalidade, a análise da gestão financeira, melhor avaliação da estratégia que está sendo utilizada e assim, descobrir a melhor situação para sua empresa a curto prazo.

– Analisando a gestão financeira

Nessa primeira etapa, as principais informações que necessitam ser verificadas são: o organograma completo de todos os seus colaboradores, incluindo todas as atividades que são realizadas por este setor e um fluxo de informações, onde precisam haver:

Controle de contas a pagar e receber, relatório de caixa, monitoramento de saldos bancários, controle de cheques, controle de duplicatas descontas (de carteira ou em cobrança), verificação de estoque (físico e em valor), controle de despesas recorrentes, análise de cadastro de clientes, programação de investimentos (de caixa e fixos) e controle de despesas recorrentes.

– Estruturas de receitas

Nesta etapa, é necessário determinar a real composição das receitas e efetuar uma análise dos principais produtos, de toda sua linha de produção, canais de distribuição e mercados.

– Estrutura de custos

Aqui o objetivo é redefinir o quadro estrutural de todos os custos, por meio de uma análise de seus principais concorrentes, elaborando uma separação entre o que é variável e o que é fixo.

– Analisando a taxa de retorno real

Neste momento, é necessário efetuar uma análise de toda a margem de lucros sobre as vendas de sua empresa, como também da rotação do capital produtivo total do seu empreendimento.

Nessa etapa é fundamental a utilização de uma boa ferramenta, efetuando uma análise assertiva de todos os dados, pois a precisão nesse passo é imprescindível.

– Fontes de capital

Efetuar o levantamento das fontes de capital de terceiros, no qual foram utilizados e quais são os custos respectivos, como também a verificação da relação existente entre os próprios capitais como os capitais de terceiros, encontrando a adequação de toda a estrutura de capital do empreendimento.

Este é um passo a passo simplificado, para elaborar um plano eficiente do controle financeiro de sua empresa. Acompanhe em nosso blog, todos os artigos que tratam de assuntos pertinentes ao controle financeiro de um empreendimento.

Caso tenha se interessado por um de nossos serviços, entre em contato conosco da Algoritme, através do nosso telefone e solicite uma solução para sua empresa. Com certeza, temos uma solução que se encaixa para sua empresa.